Federação de Montanhismo do Estado de São Paulo

Forças na Escalada

3 – UNIDADE DE MEDIDA DE FORÇA

A força é medida em N (Newton). No caso da escalada, a aceleração envolvida é a da gravidade, logo basta multiplicar a massa do escalador por 10 para obter o valor da força que ele representa.

Entretanto, ao lermos as informações de carga suportada pelos equipamentos de escalada encontramos outra unidade: o KN (KiloNewton), que nada mais é do que uma divisão da força por 1.000 (mil).

A tabela abaixo mostra essa relação:

Pré-visualizar(abre num novo separador)

Em termos práticos, se queremos saber quanto quilogramas corresponde à força que o equipamento suporta, é só pegar o valor em KN e multiplicar por 100.

4 -SITUAÇÕES DE ESCALADA

Vamos analisar três situações que podem ocorrer na escalada, isoladamente ou combinadas.

4.1. Top rope

O top rope, ou corda de cima, é amplamente utilizado em ginásios de escalada e também comum em falésias, onde o comprimento das vias geralmente é inferior à metade do comprimento de uma corda padrão, de 60 metros (veja figura 1).

Figura 1: Escalada usando top rope (corda de cima)

Um ponto de suma importância nesse procedimento é o sistema de ancoragem, que irá suportar todas as forças envolvidas, uma vez que ele será praticamente o único ponto de segurança do escalador guia – diferentemente de uma escalada guiada, quando há diversas proteções ao longo da via.

No top rope, as forças envolvidas são praticamente estáticas.

Recomenda-se que o segurador mantenha a corda levemente frouxa para que haja maior absorção de energia no caso de queda.

Vamos analisar as forças nos três pontos envolvidos nesse triângulo: o segurador, a última ancoragem e o escalador-guia.

Segurador: A força na corda do segurador é cerca de 2/3 o peso do escalador, ou seja, o segurador não sente todo o peso do escalador. Por isso um segurador ligeiramente mais leve que o escalador consegue segurá-lo sem ser puxado para cima.

Ancoragem: Nela é aplicada a força peso do escalador mais 1/3 de seu peso. Esse 1/3 é absorvido na ancoragem e não é transmitido ao segurador.fcfe8c

Escalador: A força na corda do escalador é a sua própria força peso.

Caso o escalador não esteja totalmente parado, mas sim se movendo pendurado na corda, dando pequenos solavancos com o corpo, a força que ele passa a aplicar na sua corda é simplesmente o dobro de seu peso e, consequentemente, as forças na ancoragem e na corda do segurador também aumentam. Exemplo:

Sendo:
Massa do escalador (m) 80 kg
Peso do escalador (Pe) 800 N ou 0,8 kN
2/3 Pe 530 N o u 0,53 kN
1/3 Pe 270 N ou 0,27 kN

Voltar ao topo