Federação de Montanhismo do Estado de São Paulo

Reflexão 2020

Por Aline Damasceno

Que ano! 2020 foi o ano que tivemos medo de perder tudo. O emprego, a família, a saúde. Foi o ano em que descobrimos que somos melhores do que pensamos. Respeitamos o distanciamento e a máscara, porque sabemos que nos proteger e aos outros é importante.

A lição que vamos levar foi a grande capacidade de superar as crises e as mudanças. Planos foram completamente adiados e a adaptação foi ficar em casa para protegermos as nossas vidas e de quem amamos.

Adaptamos nossas atividades nas montanhas para os treinos em casa para não perdermos o condicionamento. Acompanhamos lives e as redes sociais com referências das montanhas mundialmente. Assistimos filmes, lemos livros, visualizamos vídeos e imagens dos locais. Assim foi uma forma de nos mantermos próximos das montanhas e da natureza.

Segue uma pequena reflexão do que aconteceu em 2020:

Ano do avanço da COVID-19

Segundo o Ministério da Saúde, o novo Coronavírus (COVID-19) é uma família de vírus que causa infecções respiratórias. O novo agente foi descoberto no dia 31/12/2019 na China. No entanto, em 1965, o vírus foi descrito como Corona Vírus em decorrência do perfil microscópico parecendo uma coroa.

No final de fevereiro de 2020, a Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo confirmou o primeiro caso de COVID-19 no Brasil e foi na capital do estado de São Paulo. No início de março de 2020 já aumentaram para 19 infectados e confirmada a primeira morte.

Com o alto grau de transmissão e com a finalidade de não congestionar o sistema de saúde, o governo do estado de São Paulo decreta quarentena em todo estado, fechando todo o comércio, shoppings centers, cinemas, teatros e bares.

E no montanhismo também não foi diferente, todas as instituições de montanhismo tiveram suas atividades canceladas, academias, ginásio de escalada, agências e operadora de viagens e ecoturismo foram todas fechadas.

Acessos aos parques nacionais e estaduais, points de escalada, RPPNs, MONA’s, APA’s foram fechados aos montanhistas. Como grande parte fica no interior do estado, houve uma precaução das populações desses locais de não serem infectados pelos montanhistas da capital, pois era o epicentro em março.

Situação atual da COVID-19

Enquanto a vacina está em desenvolvimento e aprovação das entidades responsáveis, o atual cenário é de cautela.

Os acessos aos locais é de forma controlada e de acordo com as regras de cada estabelecimento e propriedade.

Use máscara

O uso de máscara cobrindo a boca e o nariz é obrigatório no estado de São Paulo e por isso ao precisar sair de casa, deve ser usada. Devemos lavar ou higienizar as mãos constantemente e andar com um álcool gel na mochila. Respeitar o distanciamento de 1,5 metros.

Incêndios Florestais

2020 foi marcado por grandes incêndios florestais e a floresta Paulista também sofreu essa tragédia.

No dia 16 de julho, a Pedra da Mina sofreu um grandioso incêndio que durou uma semana para ser combatida.  O combate foi coordenado pelo ICMBio, junto ao Corpo de Bombeiros de São Paulo e de Minas Gerais. Voluntários também ajudaram as brigadas nos acampamentos e no combate às chamas. No atual momento as trilhas da Serra Fina estão interditadas por tempo indeterminado.

Fogo na Serra Fina – Julho 2020

Para acompanhar a evolução da Serra da Mina, é só seguir o canal RPPN Pedra da Mina no Instagram que será notificado de todas as novidades. A RPPN Pedra da Mina é responsável em proteger o pico da Pedra da Mina que tem 2.798,06 m de altitude e é a quarta montanha mais alta do Brasil, e a primeira mais alta do Estado de São Paulo.

Dois meses depois foi a vez do Mirante da Serrinha, na região de Bragança Paulista. O incêndio afetou parcialmente cerca de 30 hectares de sua área de visitação. Após incêndio, parque da Serrinha ganhou obras de arte e mutirão por reflorestamento.

No mesmo período do Mirante da Serrinha, a região de Águas da Prata também enfrentou um incêndio. Mais de 80 bombeiros, brigadistas, voluntários, policiais militares e funcionários da prefeitura trabalharam no combate às chamas.

Lives da FEMESP

Por conta da pandemia, a FEMESP tomou a iniciativa de realização de lives. Todas as terças-feiras foram apresentados diversos temas com a finalidade de conscientizar, orientar e incentivar os montanhistas para uma prática com responsabilidade e planejamento nas suas atividades.

Lives gravadas no IGTV da FEMESP

Os principais temas apresentados foram: primeiros socorros, alta montanha, comportamentos, trilhas, escaladas e até histórias das entidades filiadas da FEMESP.

Foram realizadas cerca de 10 apresentações, todas estão disponíveis no canal do instagram da FEMESP.

Adeus ao seu Maeda

No primeiro dia de outubro a montanha Paulista perde o dedicado guardião da Mantiqueira. Seu Maeda passou grande parte da sua vida dedicando-se incondicsionalmente ao montanhismo.

Seu Maeda

Ele não resistiu às queimaduras que sofreu por consequência de um incêndio que enfrentou com seus familiares.

Parcerias

A FEMESP reforçou algumas parcerias em 2020 e alguns descontos aos associados das filiadas da FEMESP.

Parceiros FEMESP

Os atuais parceiros são: a WMAI Brasil, Samanta Chu oferece descontos nos cursos de Primeiros Socorros, Bramido do Elefante em Andradas-MG que oferece desconto nas hospedagens e Caminho da Mata Atlântica a trilha de longo curso.

Projeto Caminho da Mata Atlântica

Segundo o site, o Caminho da Mata Atlântica é uma trilha de longo curso entre os estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

O percurso cruza a Serra do Mar mostrando toda a diversidade de ambientes da costa brasileira, engajando a sociedade na conservação e recuperação da Mata Atlântica e promovendo o desenvolvimento socioeconômico inclusivo e a valorização do patrimônio natural e cultural.

Sinalização Caminho da Mata Atlântica

O caminho se inicia no Parque Estadual do Desengano no norte do estado do Rio de Janeiro e termina no Parque Nacional de Aparatos da Serra no Rio Grande do Sul.

Em novembro foi realizado um trabalho voluntário com o apoio da FEMESP na região da Serra do Mar em São Paulo. Foi realizado o mapeamento e sinalização de um trecho do Caminho da Mata Atlântica no estado de São Paulo.

A força de trabalho foi realizada na RPPN Sitio Curucutu.

Equipe de voluntários no Sítio Curucutu

Através de encontros virtuais, foram apresentados planos de trabalho, objetivos do projeto, vantagens como geração de empregos e valorização do comércio local. E também alinhamentos das ações e mapeamentos.

E dias depois foram realizadas as sinalizações percorrendo por bicicleta, carro e a pé. A ação contou com os trabalhos voluntários da RPPN Sitio Curucutu. Toca da Bike, Bike do Polo.

2021 vem aí

O que vai acontecer em 2021 é uma incógnita. Não se sabe ao exato que o mundo irá reagir com a questão da COVID-19. O mundo está caminhando para resolver o problema da pandemia.

Existe um fator certo, 2021 terá seus desafios, dificuldades, más notícias, porém terá seus momentos de superação e realizações. O importante é não deixar de agradecer e começar a enxergar as coisas maravilhosas na vida e as oportunidades recebidas. Agradeçam pelo que tem ao invés de procurar pelo que falta.

O Pôr do Sol nas montanhas é maior manifestação da natureza que não resistimos ao agradecimento pela vida
Vídeo realizado pelo José Sávio Monteiro,  herdeiro e gestor da RPPN Pedra da Mina com uma mensagem inspiradora de agradecimento aos voluntários durante ao combate do incêndio na Serra Fina no canal do Instagram

A equipe da FEMESP deseja aos montanhistas 2021 um ano de realizações, confiança e perseverança no que acreditam. E que cada vez mais possam se realizar nas montanhas paulista, brasileira e internacional com responsabilidade, respeito, fé e planejamento. Considerando o mínimo impacto ambiental para que mais montanhistas tenham a oportunidade de viver a experiência e como recompensa o acolhimento da natureza.

Agradecemos pela confiança depositada às instituições de montanhismo, ginásios de escalada, proprietários de RPPN’s e points de escalada, as Federações de Montanhismo, Confederação e as filiadas e parceiros da FEMESP. Vocês são nossos mestres e é um privilégio tê-los por perto. E que em 2021 vocês continuem inspirando, motivando de forma incondicional os montanhistas. Vocês são a fonte de conhecimento que conduz aos maiores sucessos no montanhismo.

woman in black long sleeved top with blue denim shorts
Photo by Victor Freitas on Pexels.com

E aos que desejam se tornar montanhistas, busquem conhecimentos por fontes seguras e façam contatos com as filiadas FEMESP. Além de fazerem amigos verdadeiros pra vida, agrega conhecimentos para garantir o montanhismo de forma positiva.

As filiadas estão destacadas em nosso site na opção Entidades Filiadas.

A equipe FEMESP deseja a todos Boas Festas
Nos encontramos em 2021

Reflexão 2020
Voltar ao topo